Como usar referências no artigo científico
VOLTAR

1) Por que usamos referências num artigo científico?

As referências indicam ao leitor que a informação fornecida é baseada em evidências científicas. Ao fazer referência a tais evidências, o autor está indicando ao leitor onde encontrá-las. Só há necessidade de se fazer referência a informações que ainda não são consideradas consagradas.
 

2) O que é uma informação consagrada?

É aquela informação que você sabe que seu leitor já conhece. Por exemplo: ninguém cita o Watson e o Crick quando fala que a molécula de DNA é uma dupla hélice. Em geral, informações consagradas são aquelas que já são encontradas em livro-texto.
 

3) Quem devemos colocar como referência?

Deve-se sempre citar o autor original do achado, descoberta, ideia ou hipótese. É um erro comum utilizar a referência mais recente somente porque o autor mencionou algo que havia sido feito ou dito por outro autor em um artigo mais antigo. Você gostaria de ver outro autor sendo citado por uma descoberta feita por você?
 

4) “Mas sempre me disseram para usar as referências mais recentes…”

Só se deve usar a referência mais recente quando se trata de dados ou de informações que já foram atualizados. Por exemplo, não tem sentido usar como referência um artigo de 1992 para citar a taxa de prevalência de HIV/AIDS na cidade do Rio de Janeiro. Neste caso, o correto é citar o dado atualizado, isto é, a referência mais recente.
 

5) “Eu posso copiar uma frase de outro artigo contanto que eu a cite como referência no meu artigo, certo?”

Errado! Você jamais deve copiar a frase de outro autor. Referências em artigos científicos são usadas para citar a fonte da evidência científica mencionada e não para se indicar de onde aquele trecho foi copiado.
 

6) “Então eu não posso incluir no meu artigo aquela frase de outro artigo que eu achei bonita e que diz exatamente o que eu quero dizer?”

Não pode, não deve e não é necessário. Se você achou uma frase em um artigo que diz exatamente aquilo que você quer dizer, considere a frase como inspiração e crie a sua própria.
 

7) “Mas como eu cito as referências que aparecem na frase de inspiração?”

Leia os artigos citados na frase e avalie se de fato são adequados para indicar as ideias que você apresenta no seu artigo. Caso sejam adequados, você pode usar as mesmas referências citadas na frase inspiradora.
 

8) “Me disseram que não devo usar livros como referências em meu artigo. Por que?”

Porque deve-se sempre citar a fonte original da informação. O livro, na grande maioria das vezes, não é a fonte original. Além disso, as referências devem ser usadas para aquelas informações ainda não consagradas. Se a informação já está disponível em livro-texto, então muito provavelmente já é consagrada e sua fonte não mais precisa ser indicada, pois já foi aceita pela comunidade científica.
 

9) ”Por que não devo fazer referências a materiais disponíveis em português no artigo que desejo publicar em um periódico internacional?”

Porque seu público (ou a maior parte dele) não terá acesso a estes materiais. Imagine a cara que o pesquisador da Universidade de Pequim vai fazer quando olhar sua lista de referências e descobrir que os detalhes do seu método, dos quais ele tanto precisa, estão descritos em uma tese de mestrado, disponível apenas em português? A solução é encontrar algo semelhante que esteja disponível em inglês ou descrever em inglês todos os detalhes que julgar necessários.